imagem

Confira informações sobre novo comando da GEAP

O novo governo está na iminência de definir um novo comando para a GEAP. Os conselheiros eleitos estão alinhados e trabalhando intensamente para corrigir os desmandos existentes na GEAP. Lula prometeu fazer mais e melhor, assim defendemos que GEAP-Autogestão em Saúde, faça parte desse mais e melhor para bem cumprir sua missão junto aos assistidos, assumindo os pressupostos a seguir:
1. Retomada do poder civil na GEAP, respeito às normas estatutárias e aos servidores, retirada dos militares;
2. Participação das Patrocinadoras no custeio dos planos, sendo 50% para as patrocinadoras e 50% para os assistidos, conforme era no princípio;
3. Fazer auditoria na GEAP para posicionar a nova gestão acerca da real situação da entidade;
4. Verticalizar a rede assistencial (hospitais e clínicas próprios), como forma de otimizar custo e qualidade dos serviços aos usuários, abrindo ao SUS, eventuais excedentes;
5. Retornar os programas de promoção à saúde e prevenção de doenças, com mensuração de desempenho;
6. Refinanciar dívidas dos antigos usuários para que possam retornar à GEAP;
7. Atuar juntos as instâncias reguladoras, ANS, PREVIC, CADE para enfrentar os monopólios e oligopólios que atuam na área da saúde;
8. Recriar esferas de relacionamento com as áreas de gestão de pessoas, programas de qualidade de vida nas patrocinadoras; inclusive policlínicas para o trato de doenças crônicas (ex. CliniCassi);
9. Reestabelecer o controle social com a recriação dos conselhos estaduais e interação com entidades representativas dos servidores;
10. Constituir fóruns permanentes com as autogestões para estreitar parcerias e alinhar os objetivos do segmento.

Djalter Felismino – Conselheiro fiscal eleito
Fábio Rabelo – Conselheiro (CONAD) eleito
Márcio Freitas – Conselheiro (CONAD) eleito
Ronald Acioli – Conselheiro (CONAD) suplente
Simone Lira – Conselheira fiscal suplente
Vilma Ramos – Conselheira (CONAD) eleita.