Avaliação de desempenho, carreira e gratificações foram discutidas na Mesa de Negociação do Ministério da Saúde

Publicado em: 09/03/2018 ás 10h18

Ajuste da letra
Avaliação de desempenho, carreira e gratificações foram discutidas na Mesa de Negociação do Ministério da Saúde
Na terça passada (06/03), em Brasília, foi realizada a 55ª reunião da Mesa Setorial de Negociação Permanente do Ministério da Saúde, na Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas com a participação de dirigentes ddad CNTSS. Após a abertura, foi informado que o 8º Ciclo da Avaliação de Desempenho acontecerá no período de 1º de abril a 30 de maio deste ano, alertando todos que no ciclo anterior quatro mil servidores do Ministério da Saúde em todo o país ficaram sem ser avaliados (cerca de 15% do total).

Os representantes do governo solicitaram a ajuda das entidades sindicais na divulgação do 8º Ciclo e no levantamento de quem ficou fora da avaliação. Em relação à Portaria GM 243/2015, os representantes do MS se comprometeram a realizar mudanças favoráveis à categoria, entre elas, a garantia definitiva da carga horária de seis horas para os servidores cedidos ao SUS.

Em seguida, a bancada governamental afirmou que está sendo preparada a minuta para a instituição do Comitê de Elaboração da Carreira da Previdência, Saúde e Trabalho (CPST), não tendo ainda a definição se será feita através de portaria ou decreto. Quanto à estrutura de remuneração, as entidades sindicais devem entregar na Mesa de Negociação do Ministério da Saúde a atualização dos cálculos das propostas de tabelas salariais, que serão encaminhadas depois ao Ministério do Planejamento.


Além disso, as entidades devem apresentar também propostas para implementação de novas gratificações (reivindicações antigas da categoria): a da saúde e a da saúde indígena. Foi esclarecido que cada servidor só pode ter uma gratificação. Por exemplo, quem já tem a Gacen, ficará com ela, que poderá ser reajustada.  Está sendo analisada ainda a Gratificação de Qualificação (GQ), que já foi discutida no Grupo de Trabalho (GT) da Carreira.

Na discussão da incorporação da gratificação de desempenho, o governo admitiu que ocorreram alguns erros, que deverão ser corrigidos, sem informar o prazo para tal procedimento. Outro alerta foi feito para os servidores aposentados que ainda não optaram pela incorporação: o prazo final para o acordo se encerra no final de outubro deste ano. O governo informou que 5.962 aposentados em todo o Brasil não fizeram a opção.

O dirigente da CNTSS/CUT, Élio Oliveira (Sintsprev-MS), vai se reunir ainda esta semana com representantes das outras entidades sindicais, Condsef e Fenasps, para discutir e revisar as propostas solicitadas.


O dirigente da CNTSS/CUT vai se reunir ainda esta semana com representantes das outras entidades sindicais, Condsef e Fenasps, para discutir e revisar as propostas solicitadas.

Escrito por: Sindicatos Federais da CNTSS/CUT



SindsprevPB − Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Previdência e Trabalho do Estado da Paraíba
Rua Monsenhor Sabino Coelho, 62, Centro, João Pessoa - Fone: (83) 3222-2038

E-mail: sindsprevpb@sindsprevpb.org.br

[Arquivo de Notícias]